O Humano Perfeito

Ayanokouji Kiyotaka

Muitos podem argumentar que um bom exemplo de humano perfeito seria o Ayanokouji Kiyotaka, protagonista de Classroom of the Elite, o que não é inteiramente desprezível nesta tese.

Os pensamentos e crenças presentes serão, para muitos, enigmáticos e passíveis de interpretação. Por fim, os principais ideais que fundamentam um humano perfeito incluem:

  1. A busca da perfeição é fútil: Acredita que o conceito de perfeição é inatingível e que sua busca é uma perda de tempo e de recursos. Inclusive possui argumentos em que as imperfeições e os erros são parte natural e necessária da vida e que devem ser aceitos, em vez de tentados a serem eliminados.
  2. A importância da individualidade: Valoriza a individualidade e a singularidade, e acredita que a chave para a verdadeira perfeição está em abraçar as qualidades e os pontos fortes exclusivos de cada um, em vez de tentar se adequar a um padrão predeterminado de perfeição. Ou seja, não buscaria ser o Kiyotaka, buscaria ser ele próprio, e apenas copiaria seus pensamentos, crenças, modos, etc.
  3. O poder da mente humana: É fascinado pela mente humana e sua capacidade de criar e inovar. Acredita que a mente humana é a ferramenta mais poderosa do universo e que tem a capacidade de realizar qualquer coisa, desde que tenha motivação e a inspiração certas.
  4. A importância do equilíbrio: Acredita que o equilíbrio é fundamental para alcançar a verdadeira perfeição. Além disso, argumenta que a busca da perfeição em uma área da vida deve ser equilibrada com a aceitação da imperfeição em outras áreas, e que a verdadeira felicidade e realização vêm da busca de um equilíbrio entre as duas. Para isso há áreas que devem ser estudadas, as quais são:
    1. Matemática: deve lograr êxito em cálculos, desde as operações básicas (adição, subtração, multiplicação e divisão) até Cálculo Diferencial e Integral, Estatística e Matemática Financeira.
    2. Filosofia: deve estudar a Filosofia, desde o seu princípio, seus filósofos e afins, buscando sua essência como ser.
    3. Físico: deve condicionar seu corpo a exercícios físicos, como corridas e musculação, porém nunca o Bodybuilding, isso faria seu corpo perder flexibilidade, e também, traria diversas complicações – se for azarado – a curto prazo, porém majoritariamente a longo prazo.
  5. Mentalité: Deve ser um indivíduo pragmático e calculista que sempre pensa na maneira mais eficiente e eficaz de atingir seus objetivos. Jamais se deixa influenciar por emoções ou preconceitos pessoais (de qualquer natureza), e está sempre disposto a tomar decisões difíceis, mesmo que sejam impopulares e/ou prejudiciais aos outros – “mate se for preciso, mas alcance seu objetivo” essa frase que muito é atribuída a Nicolau Maquiavel resume o período anterior, obviamente não leve-a a sério se não for realmente necessária, que sirva apenas como reflexão!
  6. Estratégico e analítico: É um mestre estrategista e analista que está sempre pensando vários passos à frente. Busca ser capaz de analisar situações complexas, identificar padrões e pontos fracos que outros podem não perceber, e usa essa habilidade para superar seus oponentes e atingir seus objetivos.
  7. Independente e autoconfiante: Assim como citado no segundo tópico (A importância da individualidade), busca ser um indivíduo independente e autossuficiente, que não depende da ajuda ou do apoio de outras pessoas. Prefire lidar com as coisas por conta própria e não se sinte à vontade com demonstrações emocionais de afeto ou vulnerabilidade.
  8. Reservado e introvertido: É uma pessoa reservada e introvertida, que não revela seus verdadeiros sentimentos ou pensamentos aos outros. Não leva a sério conversa fiada ou interações sociais, busca parecer indiferente ou distante.
    Esse tópico não é uma ferramenta para quem quer ser o frio e calculista da vez, apenas uma forma de não criar uma divisão de lados, assim não desencadeando uma possível rivalidade com os outros
  9. Ambicioso e determinado: Busca ser um indivíduo ambicioso e motivado, determinado a ter sucesso na vida. Estabelece metas elevadas para si mesmo, está sempre disposto a trabalhar duro e a fazer sacrifícios para alcançá-las. Não tem medo do fracasso e está disposto a aprender com seus erros e continuar tentando até conseguir.
  10. Lógico e sistemático: É um pensador lógico e sistemático que acredita no poder da razão e das evidências. É cético em relação a argumentos emocionais ou irracionais e prefire basear suas decisões em fatos e dados, nunca à opiniões alheias - Não confia, verifica.
  11. Descomprometido e sem emoção: Busca ser um indivíduo desapaixonado e sem emoções, não deixa que as emoções atrapalhem em seu julgamento. Busca tornar-se capaz de tomar decisões difíceis e a agir severamente sem ser influenciado por sentimentalismo ou apegos pessoais.

Por fim, você, caro leitor, pode ter percebido uma enorme semelhança com a personagem Ayanokouji Kiyotaka, o qual, baseando-se neste texto, seria o mais próximo, talvez o próprio humano perfeito que descrevi, porém a personagem mais próxima seria a Magata Shiki, personagem apoio de The Perfect Insider, cuja filosofia serviu de suporte para os argumentos.

Magata Shiki

Em geral, por meio deste ensaio busco perpetuar alguns de meus pensamentos e crenças, os quais, para algumas pessoas, são complexos e multifacetados e que oferecem uma perspectiva única sobre a natureza da perfeição e a condição humana.